O vice-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul (OAB/MS), Julio César Souza Rodrigues, afirmou nesta quarta-feira (6), que a entidade preocupada com baixo índice de aprovação no último Exame de Ordem, realizado nos dias 13 de fevereiro (primeira fase) e 27 de março (segunda fase) deste ano, irá fiscalizar as universidades que não obtiveram nenhum bacharel aprovado.

Conforme dados divulgados pelo Conselho Federal, das 20 instituições de Mato Grosso do Sul que se inscreveram para o Exame, três tiveram o índice de aprovação de 0%. O índice geral foi de 9,86% de candidatos aprovados.

Segundo o vice-presidente, o monitoramento será feito de acordo com as exigências do MEC para que a universidade possa cumprir metas e reverter o quadro, podendo, do contrário, reduzir o número de vagas ou até a suspender o curso. Ao mesmo tempo que temos que fazer as ponderações negativas das universidades devemos ressaltar o bom nível das universidade que obtiveram o índice de aprovação de quase 20% na primeria fase, ressalta Rodrigues.

Fonte: Jusbrasil


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *