As atividades relacionadas à guarda, vista, obtenção de cópias e desarquivamento de processos serão restabelecidas a partir desta quarta-feira (10), com a inauguração das novas instalações do Serviço de Gestão Documental e Memória, localizado na Unidade Administrativa II do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região.

Situado na rua James Holland, 500, próximo ao Fórum Trabalhista Ruy Barbosa, o novo local para consulta e atendimento a processos arquivados possui facilidades que vão além do amplo e organizado espaço físico. Por meio de um novo sistema informatizado no qual estão cadastrados os mais de dois milhões de autos arquivados, advogados e jurisdicionados podem ter acesso imediato aos processos que desejarem.

Além da consulta processual no ato da solicitação, o atendimento no local também oferece a obtenção de cópias digitalizadas, que podem ser salvas pelo próprio interessado que possuir pen-drive ou mídia adequada para o armazenamento. “No auto-atendimento da sala de consultas, é possível utilizar gratuitamente os scanners por 10 minutos”, explica Maria Inês Ebert Gatti, diretora da Secretaria de Gestão da Informação Institucional.

A grande novidade, porém, é o serviço de atendimento interno que permite que o interessado solicite, presencialmente ou on line, as cópias desejadas. Após o pedido, o requisitante receberá por e-mail a guia Darf já preenchida para o pagamento dos emolumentos (R$ 0,28 por página para cópias simples). Uma vez comprovado o recolhimento no Serviço de Gestão Documental, as cópias digitalizadas ficarão disponíveis em uma área restrita da página do TRT-2 na internet, para que seja retirada eletronicamente (download) pelo interessado.

A nova dinâmica de atendimento realizado diretamente nas instalações do arquivo processual do TRT-2 não só agilizará os trabalhos de quem precisa consultar processos arquivados e, anteriormente aguardava 15 dias para poder fazê-lo, mas também diminuirá o fluxo nos balcões de atendimento das varas trabalhistas, que hoje ficarão responsáveis apenas pelos pedidos de desarquivamento.

Solenidade de Inauguração

As instalações do Serviço de Gestão Documental e Memória foram inauguradas nesta terça-feira (09), pelo presidente do TRT da 2ª Região, desembargador Nelson Nazar, e contou com a presença do corregedor-geral da Justiça do Trabalho, ministro Carlos Alberto Reis de Paula, que, em correição extraordinária no TRT-2, pôde conhecer com detalhes os procedimentos do arquivo processual. “O TRT de São Paulo, de forma inteligente, apontou a solução de um arquivo próximo ao fórum trabalhista, que facilita a vida do advogado e facilita a prestação jurisdicional”, afirmou.

Ao mencionar a atuação do Conselho Superior da Justiça do Trabalho e o apoio recebido pelo TST, o desembargador presidente Nelson Nazar afirmou ser o momento da inauguração do atendimento uma conquista de todos. “São Paulo é uma região que tem carências, mas tenta mobilizar todos os recursos para os jurisdicionados”, ressaltou.

A atuação dos servidores e funcionários envolvidos na iniciativa foi ressaltada pelo presidente do TRT-2 e pelo ministro corregedor-geral. “Gostaria de homenagear aqui o trabalho incessante dos envolvidos, secretaria de informação institucional, engenharia e o sistema tão bem equacionado pela área de informática”, citou o presidente Nelson Nazar. O ministro Carlos Alberto Reis de Paula completou: “Permitam-me dizer o nome da servidora Inês assim como dos demais servidores que não só vestem a camisa, mas fazem do trabalho a sua vida. O tribunal merece nossos aplausos, e eu o faço em nome do Tribunal Superior do Trabalho”.

Fonte: TRT 2º região

Categorias: TST

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *